Centro de Reabilitação Profissional

#htmlcaption0 #htmlcaption1 #htmlcaption3 #htmlcaption2 #htmlcaption4 #htmlcaption5

A valência CRP tem como missão promover a aquisição de competências profissionais, pessoais e sociais através de ações de formação Profissional em áreas consideradas com potencial de empregabilidade local e regional, que conduzam ao sucesso na aprendizagem e permitam exercer uma atividade profissional no mercado de trabalho. O centro procura disponibilizar aos formados/as, uma oferta formativa diversificada e orientada para as necessidades da região, por um lado adaptando os percursos às características e capacidades dos formandos e por outro levando em contar a envolvente externa empresarial e produtiva. Visa o equilíbrio entre as necessidades das entidades empregadoras e o perfil profissional de cada formando/a, com uma formação flexível e individualizada.



Objetivos a atingir


Dotar o formando de capacidade de desempenho de tarefa ou tarefas, de uma dada profissão, que lhe facilite a inserção ou reinserção socioprofissional, num período compreendido entre 1 e 4 anos de curso.

A viabilidade de se atingir os objetivos fixados passa pela gestão equilibrada dos recursos humanos, físicos e financeiros disponíveis.





FORMAÇÃO PROFISSIONAL



OFERTAS FORMATIVAS


  • Assistente familiar e de apoio à comunidade
  • Empregado de andares
  • Operador de acabamentos de madeira e mobiliário
  • Operador gráfico de acabamentos
  • Operador de jardinagem
  • Auxiliar de serviços auto
  • Ajudante de cozinha/pasteleiro
  • Eletricista de instalações


    Direitos dos Formandos


  • Material escolar
  • Material para aulas práticas
  • Subsídio de alimentação
  • Subsídio de transporte
  • Estágio integrado
  • Bolsa de formação

    Modalidades de formação


  • Formação técnica e simulada
  • Aprendizagem em oficinas
  • Formação em contexto de trabalho

  • Certificação


  • Equivalência ao 9º ano
  • Certificação profissional


Para mais informações...


Travessa Jácome Ratton | crpcire@gmail.com | 249 310 330



Formação Prática em Contexto de Trabalho

A aprendizagem é um processo de mobilização de saberes pré-adquiridos, em ligação com novas informações que são projetadas no futuro, vindo desta forma alterar ou mesmo originar novos comportamentos.

A componente de Formação Prática em Contexto de Trabalho integra todas as modalidades de formação do Sistema Nacional de Qualificações e visa desenvolver novas competências e consolidar as adquiridas em contexto de formação, através da realização de atividades essenciais ao exercício profissional, bem como, facilitar a futura (re) inserção profissional.

Constitui como objetivo geral do TAFE, o desenvolvimento do conhecimento, acompanhamento e integração e/ou reintegração socioprofissional da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, baseando-se no seguinte:

  • Proceder ao levantamento e identificação das empresas/organismos e/ou instituições e suas particularidades no âmbito da FPCT (Formação Prática em Contexto de Trabalho).
  • Solicitar a Formação pretendida de acordo com o percurso e características do formando.
  • Apresentação do formando e de toda a documentação anexa à Formação do mesmo, incluindo o Protocolo de Cooperação, estabelecido entre a empresa e a entidade promotora.
  • Trabalhar em conjunto com a pessoa responsável pela Formação e com o formando, sobre o plano do período de “estágio“.
  • Colaborar na superação de eventuais dificuldades surgidas na realização da formação.
  • Reunir com a pessoa responsável e com o formando, sempre que se mostre necessário e de acordo com a periodicidade acordada.
  • Recolher e registar os elementos mais importantes em cada visita de acompanhamento com vista a futura avaliação do formando.

  • Prestar o apoio, quer sentido quer solicitado, ao empresário e/ou colegas do formando com o objetivo de facilitar a sua integração.
  • Solicitar quando necessário, o apoio dos técnicos do conselho/técnico/ pedagógico.
  • Promover ações de sensibilização junto dos empresários, quer dos que connosco colaboram, quer com outros, no sentido de finalizar a colocação/ emprego do formando após o curso.
  • Informar o Centro de Emprego da área dos formandos que terminaram os cursos, e mandar proceder à sua inscrição.
  • Participar na reunião de avaliações e noutras quando convocado.
  • Manter atualizado o processo técnico pedagógico dos cursos desenvolvidos em FPCT.
  • Proceder a recolha no final de cada mês dos documentos dos cursos e fazer o seu arquivamento.