NUCLEO LOCAL DE INSERÇÃO



A missão do NLI é acompanhar os agregados familiares do Concelho de Tomar, beneficiários do Rendimento Social de Inserção, de forma a contribuir para a satisfação das suas necessidades essenciais favorecendo a sua progressiva inserção laboral, social e comunitária.

As estratégias de intervenção desta valência têm em vista dotar as famílias mais vulneráveis, no sentido de as capacitar para um melhor desempenho das suas competências ao nível do saber ser, saber estar e saber fazer. Neste processo de desenvolvimento as famílias dispõem do apoio de uma Equipa Técnica cujas áreas de intervenção são o Serviço Social, a Psicologia e a Educação Social, assim como, de três Ajudantes de Ação Direta.



O Rendimento Social de Inserção visa apoiar as famílias desfavorecidas do concelho de Tomar, proporcionando, através de uma prestação de natureza pecuniária e de carácter transitório, as condições necessárias à satisfação das suas necessidades básicas e essenciais à sua integração socioeconómica e laboral.

Celeste NunesCoordenadora





breve visão sobre a pobreza e a prestação do rendimento social de inserção A situação económica atual, apresenta como consequência a multiplicação de situações de carência económica, onde existe e persiste a clássica pobreza que é normalmente caracterizada por condições de vida que nos atrevemos...
Ler +

Os objetivos da Equipa Multidisciplinar visam uma intervenção junto das famílias, para que estas adquiram uma consciência e capacidade autocrítica da sua situação e que, através da corresponsabilização e participação ativa, colaborem no estabelecimento de um Programa de Inserção. Este irá possibilitar uma (re) inclusão e (re) integração na sociedade onde se inserem e permitir que sejam coatores no desenvolvimento de ações que lhes permitam o exercício da sua cidadania e consigam assim, alcançar a sua autodeterminação e autonomia pessoas.

Para alcançar os objetivos a que se propõe, a Equipa realiza diferentes atividades que lhes permite elaborar o diagnóstico social de cada agregado. Entrevistas de Acolhimento Entrevistas de Acompanhamento Apoio Psicológico Visitas Domiciliárias

possibilitar a elaboração de documentação essencial para o Processo Social. As referidas ações ficam registadas em documentação própria e obrigatória emitida pela Segurança Social, donde constam os seguintes modelos: Informação social Relatório social Apoio Psicológico Programa de inserção Avaliação do programa de inserção